Archive for the 'fofo!' Category

Habilidades Felinas

Em homenagem ao Juquinha, que em breve será famoso na internet. Aguardem!

gatos_tira

Anúncios

Cotton Candy

kawaiinot_strip107

Tirinhas

Filosofia doce com os bichinhos de jardim. =D

tira-06-05-2009-web

Carente

kawaiinot_strip156

Tutorial: como agradar sua amada

Eu decorei minha agenda neste dia com canetinhas coloridas, no qual o resultado foi diversos coraçõezinhos espalhados na página inteira. Coisas de menina. E pequenos detalhes de mulher. Nós mulheres temos a mania de nos apegar a esse tipo de coisa, e ainda desejamos (nem que seja bem lá naquele fundinho íntimo do nosso ser) que sejamos correspondidas de maneira pelo menos, similar.

Fazer o quê? Faz parte da nossa natureza essencialmente romântica, boba-apaixonada e sonhadora. Aquela que nunca fez isso, que atire a primeira pedra! O que eu duvido muito que seja capaz de fazer… Em geral, quando uma data marcante se aproxima, nós passamos semanas (ou pelo menos uma semana de antecedência) pensando na surpresa que vamos fazer, ou aquilo que vamos escrever e preparar para agradar o ser amado. Pode ser algo grandioso. Pode ser um cartãozinho simples. Ou uma declaraçãozinha via e-mail, ou pelo blog… Enfim, não importa a forma. É algo geralmente impregnado de muito carinho.

Os meninos não são acostumados a lidar com isso. Não que eles não se lembrem, coitadinhos. Mas é que enfim… eles nunca se lembram da maneira como nós queremos que eles se lembrem. Isso gera frustrações as vezes, não muito profundas ou marcantes, nada muito grave. Apenas frustraçõezinhas e questionamentos a respeito como “poxa, não custava nem um pouquinho ser romântico?” e outras coisitas mais… Nós bem que tentamos avisá-los antes não é? Dar alguns sinais, digamos assim, subjetivos, de forma sutil, enfim, só um toquezinho, sabe como? Mas tudo o que eles soltam as vezes é um sonoro “heim?” (tradução: “que é que ela está falando afinal? eu heim…”). Que fazer se eles necessariamente são mais literais que subjetivos? Ou você não diz nada, ou então diz com todas as letras o que você quer afinal. Só que aí perde todo o romantismo, né? Porque não sabemos exatamente para onde é que vai toda a graça da espontaneidade das coisas… Uma coisa é alguém te levar para comprar algo que você espera, por exemplo, outra completamente é a pessoa te dar esse algo de forma inesperada embrulhadinha como presente. Entendem a analogia da coisa?

Pois bem, eis aí algumas questões conflitantes. Nós meninas-mulheres devemos aprender a lidar com elas sabe… Caso contrário, sempre ficaremos bravas quando não recebermos um cartãozinho, cartinha, música, declaração apaixonado, ursinhos de pelúcia fofos, um buquê de flores ou uma simples florzinha roubada do quintal do vizinho  e todas aquelas coisas que nos faz virar manteiga-derretida. Uma dica simples, é fazer tutoriais como este, que serão espécies de manuais e guias para os rapazes perdidos. Eles servem a princípio para conscientizar o pobrezinho a respeito da real situação, em seguida para deixá-lo se sentido culpado (afinal, ele vai achar que fez tudo errado) e partindo daquele terrível sentimento de culpa (ehehehehe heheheh) vai tentar descobrir o quê fazer para modificar a situação. Aí, ele parte para a etapa que eu chamo de ação. Resolve sair da inércia e vai agir de fato, para amenizar sua braveza. Lembrando que este é um ciclo que renova-se constantemente, até porque o processo de aprendizado é demorado e envolve paciência por parte da educadora. Alguns rapazes tem mais facilidade no aprendizado, outros menos. Depende. Alguns parecem que já nascem sabendo, não é mesmo? Pois é, raridade. E não se iludam, em geral são canalhas e metidos a Casanova. Muito cuidado.

E antes que alguém me pergunte a razão pela qual eu escrevi este tutorial, a resposta é simples: hoje é um dia especial. Faz 2 anos que conheci uma pessoinha (Edu!) que eu amo muito e que me faz aprender muitas coisas. Inclusive as acima, que fazem parte do tutorial. Rsrsrs. Como ele também é assim, meio perdido, resolvi dar uma mãozinha e publicar esse guia. Não é nenhuma bronca, na verdade, faz parte do processo de aprender a amar de verdade, apesar das diferenças (rs!). E eu não tenho vergonha alguma de me expressar de forma tão explícita aqui, em relação aos meus sentimentos.

Obrigada por ter estar na minha vida, por fazê-la bonita. Eu amo você! ^^

P.S: Edu, quero minha declaração com coraçõezinhos saltitantes ao redor!!!!

Inspiração Banana Craft

Bem, para quem não sabe, eu tenho verdadeira fascinação por artesanato. Coisas feitas a mão me deixam maluca! Em uma das minhas longas buscas na internet, achei o Banana Craft . A Daniele Sinhorelli é a dona daquela fofura de blog, no qual eu posso ficar horas perdida, navegando entre linhas e bordados, no mundo craft. Tudo lá é tão fofo, é um colírio para os olhos. Fora que bate uma saudade danada dos tempos em que eu colocava a mão na massa com art country em madeira… 

O blog tem de tudo um pouquinho: bordado, carimbo, costura, tricô, crochê, papel, feltro, bijuterias e acessórios, matéria-prima, ferramentas, decoração, upcycling, reciclagem, reutilização, livros, tutoriais…

Tem patchworks lindos, idéias para decoração…

…fofo, fofo, fofo! 🙂


Flickr Photos

outubro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.