Sobre quando precisamos da justiça.

Eu deveria publicar isso apenas no dia 21/04, quando de fato isso aqui teria mais sentido. Todavia,  já faz alguns dias em que ando com o coração apertado, pegando no sono após, por lágrimas, ter meu travesseiro empapado e enchendo de lágrimas meus olhos quando começo a refletir sobre isso na ida e volta do trabalho, pois é o tempo em que consigo parar. Lembrando que ninguém é obrigado a  ler um verdadeiro muro das lamentações alheio neste blog. Mas as vezes  saber a dor do outro e compartilhar dela pode de alguma maneira, nos confortar diante das infelicidades da vida. Então, se você é uma dessas pessoas, sinta-se abraçada por mim.

Há quase 1 ano atrás perdi meu pai em um acidente bobo de trânsito. Ele não resistiu por uma hemorragia interna. O acidente foi causado por um carro que avançou  sinal vermelho em plena BR 101, no perímetro urbano.  Hoje, ainda estamos aqui esperando que a pessoa responsável pela morte do meu pai seja chamada à justiça, para assumir a sua responsabilidade.

Tenho plena consciência, que crimes de trânsito como esse, não dão cadeia em nosso país. Não tenho nenhuma expectativa em relação à isso. A minha única angústia se sustenta na minha necessidade de ver aquela pessoa, ter a sua vida afetada de alguma maneira, assim como a minha foi, em razão da sua atitute completamente irresponsável ao segurar um volante. Porque algumas pessoas que ao segurar um, se sentem como verdadeiros deuses da velocidade e se transformam na realidade, em um bando de animais.

Não é justo que apenas a minha vida e a da minha família sejam as únicas afetadas nessa história. Não é justo que apenas nós paguemos um preço por um ato irresponsável, quando sequer o cometemos. É doloroso lembrar de meu pai e ver que após 1 ano, aquele ser que lhe tirou a vida, ainda está por aí, achando que se deu bem no fim da história. Que em nosso país a Justiça não funciona.

Não sei por quanto tempo terei que esperar para ver o responsável ser chamado a responder por seus atos. Entretanto, sei que essa cena, faço questão de ainda poder assistir. Para o dia chegar, tempo. Para aguentar o tempo, paciência. Misturado a tudo isso, dor e saudade.

Anúncios

0 Responses to “Sobre quando precisamos da justiça.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Flickr Photos

março 2010
S T Q Q S S D
« fev   maio »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: