Outra vez aborrecida com relações conturbadas. Quando é que vou aprender de uma vez por todas a simplesmente não me importar? Simplesmente ouvir apenas aquilo que estou disposta a ouvir. E não tolerar mais diarréias verbais em meus ouvidos. E como simplesmente se habituar a isso tudo sem necessarimente perder a sensibilidade…

Contudo, as coisas não permanecem as mesmas para sempre. As pessoas deveriam saber que dinheiro não compra afeto, saudade e sequer a  necessidade de ter o outro por perto… Tudo isso é gratuito, proveniente da generosidade de um coração transbordando amor. E onde foi que o amor se perdeu ao longo dessa estrada?

topshop-heart-clutch-520x534

Anúncios

1 Response to “…”


  1. 1 Jana fevereiro 18, 2009 às 4:36 pm

    Uma coisa Renato…”Quem inventou o amor, me explica por favor???” – Será que amamos errado? Respeitamos errado? Ou esquecemos da descarga no ouvido…

    Estou me fortificando para deixar “entrar” o que é útil, porque de inútil, já esgotou, inclusive intupiu a privada….


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Flickr Photos

fevereiro 2009
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: