Arquivo para julho \29\UTC 2008

Mundo Encantado

Estar na “Disneylandia” sempre me deixa assim: quando chega o momento de ir embora, permanece o gostinho de “quero mais”, o aroma de nostalgia e aquele sentimento de “senta aí e fica mais um pouco”.

Eu definitivamente não sou do tipo de me conformar com todas as coisas. Estou consciente de que… Eu sempre quero mais…

Rol da fama dos inovadores

Direto das Inutilidades de Férias S.A, curiosidades que não mudam a vida de ninguém…ehauahuahaua.

Primeira pessoa a botar sorvete numa casquinha:

Agnes B. Marshall em 1888

Primeira pessoa a descer as Cataratas do Niágara num barril:

Annie Edson Taylor (1901) – não tente fazer isso em casa. Nem nas cataratas do Niágara. E eu pensando que fosse o Pica-Pau…

Primeira torcida a fazer “ola”:

Olímpiadas da Cidade do México em 1968

Primeira pessoar a amarrar cadarços no modo tradicional, ou dupla hélice:

Montgomery K. Fisher (1903)

Primeira pessoa a fazer um scratch num disco intencionalmente:

DJ Grand Wizard Theodore (1974-5)

Cartinha

Queridos amigos lindos e fofos:

 (ehauahuaha, eu sempre tenho que soltar uma dessas… )

Viajei. Escrevo direto da terrinha gelada onde nasci. Pois bem, peço desculpas pela ausência e por não ter avisado antes. Queria muito ter visto todos vocês, mas os dias foram corridos. Muitos estão atolados de trabalhos, provas,  malucos com o final do período, outros viajando, alguns em escalas diferentes no tabalho… Enfim, pessoas compromissadas e de intensa vida social esses meus amigos, rsrsrsrs 😉

Porém, apesar desses desencontros todos, rsrs, que a gente já está tão acostumado… Não fiquem tristes, pq eu ainda vou voltar e vcs terão que me aguentar por um bom tempo, eheheheh hehehe…

Stay with the Lord, all of you…

                   Amo vocês,

                     Dessa.

Coisas

Se eu observo?

Sempre. Everything. Everywhere.

Universo infinito: de escolhas.

Estranho essa coisa toda de escolhas…

Elas me levam a pensar em tudo aquilo que coloco como prioridade no momento presente, bem como todas as influências que tais prioridades terão no futuro.

Me faz questionar em quais valores usarei como alicerces para a minha vida. Valores que certamente carregarei comigo pelo resto dos meus dias.

 Até que ponto o dinheiro valerá mais do que os limites que posso suportar? Até que ponto ele será mais importante que minha saúde, minha qualidade de vida, meus objetivos e o meu Deus?

Nem todas as grandes oportunidades que surgem necessariamente serão as melhores, as mais adequadas para mim. Talvez seja o momento de discernir melhor, usar a sabedoria e saber quando dizer não. Ainda que isso cause espanto para os demais.

Uma atitude dessas não significa que eu não anseie por crescer, aprender e me aperfeiçoar. Pelo contrário. Contudo, é necessária uma boa dose de sensatez para não agir ao primeiro impulso, movida única e exclusivamente pela ambição e desejo de possuir mais.

É estranho um coração se fechar diante de uma oportunidade aparentemente “das boas”. É mais estranho ainda a tristeza ao invés do entusiasmo. A estranheza causa medo. Medo causa angústia. Angústia gera lágrimas contidas. Estas por si me fazem dobrar meus joelhos ao perceber que sou muito pequena e sei muito pouco dos caminhos que Ele prepara.

Preciso voltar a pular de olhos fechados.

Eba!!!

Olha pro céu, meu amor
Vê como ele esta lindo
Olha pra aquele balão multicor
Como no céu vai sumindo
Foi numa noite igual a esta
Que tu me deste o coração
O céu estava assim
em festa
Pois era noite de São João
Havia balões no ar
Xote e baião no salão
E no terreiro do seu olhar
Que incendiou meu coração

Lava roupa todo dia… que agonia! :P

Companheiras dos últimos dias… ainda me liberto de vocês! E desse regime doméstico opressor… 😛

Eu já disse antes que meu irmão é o ditador suíno da casa?

Pois é…


Flickr Photos

julho 2008
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.