Identidade

Tem gente que se acha expert em matéria de sensualidade e em ser atraente. Ok. Até aí, vamos lá, cada qual com suas ilusões e pontos de vista. Não questiono. Mas o problema é quando o ponto de vista alheio começa a entrar naquele maldito achismo prejudicial a sua visão de mundo e sua vida. Trocando em miúdos, quando o indivíduo inicia todo aquele discurso cheio de bla-bla-blá como crítica ao seu jeito de ser. Ao seu jeito de agir e a maneira como você se comporta, se veste.

Nada de críticas construtivas. Não seja inocente, elas não existem. Ou as pessoas não sabem como fazê-las. Em geral, são aquelas palavras que te deixam extremamente incomodado, irritado, com a pulga atrás da orelha… E vez ou outra, um pouco chateado.

Nada mais desagradável do que ser confrontado por este tipo gente. Ter de ouvir alguém te dizer toda vez que o encontra as seguintes frases: “você devia ser mais ousado”, você devia ser mais assim, mais assado… Torra a paciência. Mas o cúmulo foi ouvir de um ser (que para meu parâmetros de classificação figura entre o grupo dos “assexuados”),junto as críticas, que dava tudo para me ver num modelito mais ousado. Não foi o que ele disse. Foi como ele disse. A ironia e o tom de crítica na voz dele foi algo irritante. E petulante também. Me reservei ao direito de não responder e ignorá-lo completamente, ainda que tivesse ficado extremamente irritada.

Aí eu fiquei a pensar a qual modelito mais ousado ele se referia…se era aos que ele costuma ver na novela das 8 etc e tal, baseado é claro, no tipo de coisa útil que ele costuma assistir. Quer dizer então, não usar saias micro, decotes beirando o útero ou coisa parecida é sinônimo de não ser atraente?

Há…há…há. Tolinho…Forneceu um dos maiores atestados de ignorância. Não sabe absolutamente nada.

 Na hora em que ouvia as críticas idiotas eu fiquei meio assim, incomodada e chateada. Mas depois fiquei me questionando e me culpei por ter dado importância as asneiras que ouvi. Simplesmente porque não tenho motivos para me diminuir. Na maioria da vezes,  estou satisfeita comigo mesma. Existem as variações na escala para mais ou para menos, lógico. Depende das taxas do meu coquetel hormonal, que são instáveis (sabe como é, ehehe…), mas isso não vem ao caso. A questão é: tudo depende de como eu estou me sentindo.

Agora vem um fulaninho querer me ensinar a me encaixar nos padrões? Padrões de quem? Hauhauhau…dele? Um colega- assexuado- da –onça .Por favor.

Não adianta.  Ao meu ver, ser atraente é o oposto de ser vulgar. São coisas que se excluem. Jamais se fundem. Sinceramente, eu não preciso seguir todos os modismos. Muito menos acatar opiniões que vão de encontro com aquilo que eu sou. Com a minha essência. Não dá. É minha identidade que está em jogo. E mais, não tenho paciência, saco e muito menos biotipo para bancar a pose de mulherão (como toda a ênfase no ãoooo que você possa imaginar), de mulher fatal. Para ser atraente é desnecessário expor meu corpo como um pedaço de carne no açougue.

Ficar fazendo aquela pose toda soa até como piada para mim. Você pode tentar fazer o possível e impossível para querer me transformar. Mudar meu estilo de me vestir. Querer mudar n coisas. Fazer revolução.  No entanto, o meu sorriso vai ser o mesmo, sempre. Minha maneira do olhar para você não vai se alterar. Minha feição vai ser a mesma. Meus pontos de vista, minhas idéias, minha conversa e o fato de eu gostar de usar minha massa encefálica intensamente não vão mudar. Não é pretensão. Sou eu e minha individualidade. Cada qual com a sua.

Não há necessidade de auto-afirmação para ninguém. Oras, eu só quero ser atraente para quem realmente me interessa em ser atraente!  De acordo com minhas particularidades. E se precisar de ousadia que seja ao lado da intimidade e cumplicidade. Hauahuahua, é isso que me interessa! Pouco me importa o resto, até porque o próprio nome diz, é resto.

Depois dessa, dispenso gente que vem com aquela conversinha fiada  de que parecem deter todo o conhecimento e sabedoria existente.  O sábio. O certo.  Fazendo regras.  Querendo ditar comportamentos . Inclua aí gostos e padrões. Olha, muito obrigada, mas não me interessa.

Agora, não deixa de ser curioso, que apesar de tantas críticas ao meu modo de ser, ele ainda sim tenha despertado tanta curiosidade e interesse.

Anúncios

5 Responses to “Identidade”


  1. 1 Eduardo Maçan março 29, 2007 às 1:19 pm

    É aquela coisa… “quero ser ousada e chamar a atenção, acho que vou tirar 2 dedos da barra da saia” aí todo mundo quer ser ousada e chamar a atenção. Só que como todo mundo faz, passa a ser comum. Aí alguém resolve que deve ser ousado e chamar a atenção. aí diminui mais dois dedos…

    Assim nasceram a mini-saia e a micro-saia… e provavelmente surgirão a pico-saia, a nano-saia, a femto-saia, a atto-saia, a zepto-saia, a yonto-saia…

  2. 2 Jana março 29, 2007 às 7:27 pm

    Deve ser questões “hormonais” e falta de cerebro né! Hoje em dia, com perdão, mas a “futileza” reina, o ser ousado, devia entender que tem um outro padrão. Infelizmente é a nossa realidade…

    Eu ainda sou o salve hering, jeans e All Star….. 😉

    Ah, adorei os novos modelos de saia do Du….rs…Vamos lançar, acho que iremos nos dar bem, junto a um “funk” de fundo….rs.. Que terror!!!!

  3. 3 Cah março 31, 2007 às 3:08 pm

    Uau.
    Se vc for capaz de falar exatamente o que vc escreveu na cara desse ser eu juro que viro sua fã!
    Adorei o texto
    =)

  4. 4 Andressa abril 3, 2007 às 2:22 am

    Ei Cah, rsrs, obrigada…mas acho que nem vale a pena perder meu tempo com esse sujeito…

  5. 5 Jana abril 3, 2007 às 2:37 am

    Informação…nossa pagina com a segunda Mafaldinha já saiu….!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Flickr Photos

março 2007
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: