Poesia para o dia

Canção do amor imprevisto

Eu sou um homem fechado.

O mundo me tornou egoísta e mau.

E minha poesia é um vício triste,

 Desesperado e solitário

 Que eu faço tudo por abafar.

 Mas tu apareceste com tua boca fresca de madrugada,

 Com teu passo leve,

 Com esses teus cabelos…

E o homem taciturno ficou imóvel, sem compreender nada, numa alegria atônita…

 A súbita, a dolorosa alegria de um espantalho (que sente) inútil

Aonde viessem pousar os passarinhos!

(Mário Quintana)

P.S: Apesar de ser muito mais prosa, do que poesia, rs, hoje abri um exceção. Dia Nacional da Poesia. Parabéns aos poetas, e aos que também se arriscam de vez em quando. 😉

Anúncios

2 Responses to “Poesia para o dia”


  1. 1 Alguem de longe porém perto. março 15, 2007 às 5:46 am

    Adorei este novo visual. Esse design se equipara com blogs famosos. Quando tiver um tempo de uma boa olhada nesse portal; http://www.interney.net/blogs/blogosfera/

    Saiba que mesmo de longe torço por você.

    Abraços.

    😉

  2. 2 Andressa março 15, 2007 às 2:10 pm

    Hauhauhau…alguém, quem? 😀


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Flickr Photos

março 2007
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

RSS Twitter

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: